History

História

Surgindo em 2001 na Região Autónoma da Madeira o Dançando com a Diferença tem-se destacado a nível nacional e internacional, ao longo dos seus 16 anos de atividade, contando ao longo da sua existência com o desenvolvimento de ações em prol da promoção, aplicação e disseminação do conceito de Dança Inclusiva.

Sob a Direção Artística de Henrique Amoedo, criador do referido conceito em ambiente académico através da sua dissertação de mestrado no ano de 2002, o grupo tem sido pioneiro nos palcos portugueses, desempenhando um papel significativo no âmbito europeu no que toca à Inclusão de pessoas com e sem deficiência no meio artístico, apresentando a público trabalhos de grande qualidade, reconhecidos pelo público e pela crítica especializada.

Atualmente os Dançando com a Diferença são sem dúvida alguma, internacionalmente aclamados como um dos grupos que mais tem contribuído para o reconhecimento das capacidades estético-artísticas de companhias que têm no seu elenco pessoas com e sem deficiências.

No repertório dos Dançando com a Diferença podemos contar com 21 criações de diferentes coreógrafos, entre eles podemos encontrar dos mais importantes criadores contemporâneos como Paulo Ribeiro, Rui Horta, Clara Andermatt, Rui Lopes Graça, Tânia Carvalho e La Ribot.

Sessenta cidades e vinte e cinco países, entre a Europa e a América, já tiveram a oportunidade de receber os espetáculos, workshops, conferências e/ou outras ações no âmbito da Dança Inclusiva, promovidas através dos Dançando com a Diferença.

A inovação e a ousadia, entre tantas outras, são características da Arte Contemporânea e consequentemente estão presentes no trabalho deste grupo. Os Dançando com Diferença atualmente representam uma marca forte e de renome no panorama nacional e internacional graças à difusão de um trabalho cultural e inovador que envereda por uma estética e beleza artística diferente e de excelência.

Nunca agindo e trabalhando de forma infundada e inconsequente, está na génese deste grupo a afirmação de uma postura que procura poder contribuir para a modificação da imagem social das pessoas com deficiência, aliando esta sua condição às artes performativas e apresentando a público, de forma a confrontá-lo com esta realidade.

 

Dançamos com o corpo, independentemente do corpo que tenhamos ou não...

História